O Poder da Boca Grande


Marisa Fonseca Diniz


Boca grande é a expressão atribuída àquelas pessoas que tem o hábito de contar seus sonhos, segredos, ideias, negócios, objetivos profissionais e pessoais por acreditarem inocentemente que possam compartilhar seus anseios sem serem prejudicadas por outras pessoas. Fuxiqueiro, linguarudo, mexeriqueiro, leva e traz, cagueta, língua de trapo e fofoqueiro são apenas alguns sinônimos atribuídos as pessoas que adoram espalhar notícias alheias sem terem sido contratadas para isso.


Quem já não teve a infelicidade de comentar com algum colega de trabalho ou vulgo amigo um sonho e teve a sua ideia roubada? Ou pior ter contado um segredo e de repente perceber que todas as outras pessoas do seu convívio compartilhavam a mesma notícia?

Saiba que este tipo de gente é mais comum do que se pode imaginar, não importa o gênero, seja homem ou mulher, o fofoqueiro adora gente que tem boca grande e sai falando seus sonhos.  Este ser espalha comentários desnecessários e às vezes mentirosos.

A falta de bom senso é a causa principal dos comentários negativos, pejorativos e depreciativos.  O fofoqueiro não sente remorso, pois se sente realizado quando percebe que conseguiu passar adiante algo que lhe causava inveja.

A fofoca é perigosa principalmente quando o alvo desta ação não está focado e atento aos seus valores e princípios.  Esta ação é muito mais danosa ao mexeriqueiro, pois a fofoca pode se tornar crônica e recorrente.


As pessoas que sentem vontade de falar da vida alheia, em geral nunca estão focadas em seus objetivos profissionais ou pessoais ficando distantes de si mesma e menos integradas com sua própria vida, sentindo constante necessidade de subjugar e criticar o outro.

Os fofoqueiros possuem algumas artimanhas para conseguir tirar todas as informações necessárias. Em geral são seres sorrateiros, que se se encostam a outras como se não quisessem nada.  Fazem-se de coitados, tentam ser parceiros de negócios ou amigos nos ambientes de trabalho.  Apenas para saber quais os negócios estão sendo fechados, as metas a serem atingidas, e quais decisões podem ser tomadas para o crescimento da empresa.

O fofoqueiro é muito encontrado nas áreas comerciais das empresas, sejam elas de porte grande ou pequeno, é uma verdadeira praga. Há também os curiosos que atrapalham e espalham notícias nem sempre verdadeiras.


O fofoqueiro é como uma árvore seca, sempre tentando acabar com o sossego das pessoas.  Sente prazer em atacar as pessoas no ambiente de trabalho ou no meio em que vive principalmente as pessoas determinadas.

A fofoca gera situações constrangedoras podendo provocar demissão e situações embaraçosas no trabalho, finalizar relacionamentos e amizade. O preço a ser pago por uma fofoca é alto e traz diversas consequências, a pessoa que dissipa o assunto tende a ser considerada uma pessoa medíocre, invejosa,  inconsequente e derrotada.

A lição que fica é fechar a boca grande e não contar nada para ninguém.  Guardar os segredos, e quando se deparar com um fofoqueiro pelo caminho, ignore, saia de perto, não dê motivos para que ele faça da sua vida um verdadeiro humor negro.  


“Não seja boca grande dando motivo para um fofoqueiro destruir seus sonhos. Corte o mal pela raiz, porque árvore seca nunca deu frutos.” Marisa Fonseca Diniz


Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.


Um comentário:

  1. Um traste, um parasita, um sem futuro, uma praga e por aí existem aos montes. Portanto todo cuidado é pouco porque a gente vê cara e não vê coração.

    ResponderExcluir