Como ignorar um homem e se livrar dele


Marisa Fonseca Diniz



Quem disse que mulher também não detém a arte de ignorar um homem? O sexo frágil é muito melhor nesta arte do que os machões. Enquanto alguns homens se sentem o último biscoito do pacote, algumas mulheres fazem questão de mostrar, que eles são apenas mais um rostinho bonito no meio da multidão.

Imagine a sorte, ou melhor, o azar de cruzar com um sujeito que se acha o tal, mas a vida dele é uma verdadeira tragédia, onde tudo de estranho acontece? Do nada, o indivíduo tem a genial ideia de usar joguinhos de sedução sem noção, e em certo momento começa acusar indiretamente a gata, que segundo ele já acha que está no papo. É nessa hora que a “gata” tem que começar a ligar o botão do dane-se.

Em geral, este joguinho de sedução só prejudica quem teve a genial ideia, imagine então ser vítima de um cidadão sem noção que tem um timer quebrado onde uma hora fala palavras doces e outras azedas? Fica a dúvida se o sujeito é bipolar ou desajustado mesmo, e por mais que você faça de conta que o sujeito nem existe na sua vida, o “mala” não se toca e continua te atormentando. 

A melhor vingança é sempre “ignorar” de maneira que não tenha chances de tentar voltar. Os piores “mala sem alça” são aqueles homens solteirões, que nunca tiverem casamento de papel passado com idade acima dos 40 anos e que se acham o garotão, melhor conselho corram desses sujeitos, porque 99,99% deles têm problemas sérios de identidade, ou seja, são todos mal resolvidos.

Veja aqui as situações que fazem com que um sujeito “mala” seja completamente ignorado, porque a presença dele na sua rede de contatos é pura perda de tempo e não acrescenta em nada:

1)  O cidadão tem atitudes de garotão de 20 anos, mas na verdade tem no mínimo 25 anos a mais na carteira de identidade;

2)  O cara é do tipo que vive em sites de relacionamento e se acha o garanhão do tipo pega todas;

3)  O sujeito é o tipo agradável para conversar, mas depois que marcou um encontro muda de ideia repentinamente e tenta dar aquela desculpa sem noção;

4)  O indivíduo tem sempre uma desculpa na ponta da língua, tem a capacidade de envolver pais, filhos e ex;

5)  O cara do nada pede um tempo, e no dia seguinte age como se nada tivesse acontecido;

6)  O fulano termina o namoro dias antes do carnaval e ano novo;

7)  O cidadão é do tipo que bebe, liga fala um monte de bobagens e no dia seguinte chega com a maior cara deslavada dizendo “amor”, e não se lembra de nada do que falou no dia anterior;

8)  O indivíduo fala que está de dieta, parou de sair com os amigos porque não pode beber, mas sempre alguém o encontra em algum barzinho;

9)  O celular do camarada tem mais mulher o que outra coisa;

10)      É o tipo de pessoa que pede conselho para os melhores amigos e muda suas decisões do nada;

11)      Quando o indivíduo te passa mensagem falada, o celular dele não para de vibrar;

12)      O camarada sempre dá a desculpa de que está com a agenda cheia, mas depois tem um achaque de ciúmes quando você o despreza;

13)      O indivíduo quando questionado sobre alguma coisa reverte o problema, fica bravo e insinua que está acusando ele de algo;

14)      O cidadão é do tipo que nunca tem crédito para te ligar e pede para você ligar para ele no momento que ele quer;

15)      O cidadão é do tipo que inventa ou acusa coisas do tipo:
·       Estão armando para mim no meu trabalho;
·       Alguém está tentando me prejudicar;
·       Fizeram um anúncio meu em um site de relacionamento “gay”;
·       Passaram meu celular para outro homem em um site;
·       Estão me enviando mensagens anônimas;
·       Não gostei de amigos terem pegado seu celular e ter me passado mensagens;
·       Meu inimigo te adicionou na rede social.

A melhor receita para isso tudo é IGNORAR sem dó ele e todos os amigos e familiares mais próximos a ele, apague todos os contatos, bloqueie nas redes sociais, coloque o número do celular dele na lista negra, e se ele ainda assim insistir em te procurar por meio de mensagens pelo celular, NÃO responda, resumindo, suma, porque isso não é um homem e sim uma praga, dedetize!

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Como ignorar um homem e se livrar dele deMarisa Fonseca Diniz está licenciado com uma LicençaCreative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.



Nenhum comentário:

Postar um comentário