E viva os ababelados...


Marisa Fonseca Diniz



Sabe aquela pessoa que você acha que tem tudo para ser diferente, mas que, bem, na verdade não é o que parece, sim existe aos montes por aí e causam muitos danos, porém mais para eles mesmos do que aos outros. Os seres ababelados são exclusivos, sim, únicos, conseguem fazer coisas e ter atitudes que apenas eles  conseguem entender.

O cérebro dos ababelados é um emaranhado de neurônios que  dão choque um nos outros, eles nunca sabem o que devem fazer ou como fazer, sofrem constantemente de amnésia e problemas de visão. Com certeza todo mundo tem um ser ababelado como amigo ou parente. Algumas situações nos quais os ababelados provocam podem despertar risos em qualquer pessoa, porque inocentemente muitos não percebem que seu jeito de ser diverte os demais.

O ababelado tem como costume se colocar em situações às vezes até constrangedoras, outras nem tanto, mas coincidentemente ou não todos tem o costume de não saber onde colocam seus projetos, sapatos, óculos, chaves, carteira, agenda, celular, roupas, ou seja, tudo tem o poder de se esconder e não avisá-los.

Todo mundo em algum momento da vida já ficou ababelado, porém quando as atitudes são constantes é melhor buscar ajuda médica porque com certeza alguma coisa não está normal. Falta de concentração nas atividades diárias sinalizam que o corpo está passando por momentos de estresse, tensão ou depressão.

Ababelado para quem ficou em dúvida é aquela pessoa que faz as coisas de forma confusa, ou seja, é o ser atrapalhado nosso de cada dia. Qualquer coincidência é mera semelhança!

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.


Um comentário:

  1. Marisa ...
    Curiosa pra saber o que é ababelados!!!
    Interessante saber que também faço parte desta trupe...kkk
    Na verdade até acho que o ser ababelado é o mais normal de todos.
    Abraços sempre..
    Luandabela.

    ResponderExcluir