Arquitetura Chinesa e seus mistérios


Marisa Fonseca Diniz


A arquitetura da China é tão antiga quanto à civilização chinesa. A principal característica das construções chinesas desde a pré-história até hoje é advinda do sistema indígena. O estilo arquitetônico da China é inspirado  nas características regionais da civilização, nos sistemas de produção, crenças religiosas, hábitos cotidianos e padrões culturais.

A área de influência cultural na arquitetura chinesa foi estabelecida ao longo das áreas territoriais da Manchúria ao norte da Indochina francesa, onde predomina o mesmo sistema construtivo.

A madeira é a principal matéria-prima das construções chinesas utilizada principalmente para a armação estrutural das casas dando profundidade e largura. A aplicação de verniz de cores fortes e brilhantes na estrutura de madeira, e a técnica de construir plataformas a fim de prevenir danos devido à umidade são características deste sistema de construção.

Grandes construções da engenharia e arquitetura chinesa de caráter civil e militar foram feitas com pedras e escavadas em rocha viva, tais como A Grande Muralha e os templos budistas que apresentam axialidade e simetria.

No inicio do século XX, arquitetos chineses educados no Ocidente introduziram métodos de construção mais modernos em contrastes com os desenhos tradicionais chineses. Os principais estilos arquitetônicos chineses são  popular, imperial e religioso.

Os principais monumentos arquitetônicos da China são:

Temple of Heaven: 


Conhecido também como Templo do Céu é um complexo de templos taoístas situado em Pequim. Foi construído em 1420 nas Dinastias Ming e Qing, e era utilizado para pedir intercessão celestial para as colheitas na Primavera e dar graças ao Céu pelos frutos obtidos no Outono. Em 1998 foi considerado Patrimônio Mundial pela Unesco.

The Forbidden City: 


Conhecida também como Cidade Proibida foi o Palácio Imperial da Dinastia Ming e Qing. Construído de 1406 a 1420 no centro de Beijing consiste em um complexo de 980 edifícios e abrange 720 mil m ², e exemplifica bem a arquitetura palaciana chinesa.

Jade Buddha Temple: 



Localizado em Xangai foi fundado em 1882.

Ponte dos 17 Arcos: 


É a maior ponte do Palácio de Verão, e liga a torre octagonal e a Ilha Sul do Lago. Possui 150 metros de comprimento por 8 metros de largura foi construída no Reinado de Qianlong de 1736 a 1795.

The Bell Tower: 


Conhecida como Torre do Sino de Xi’an foi construída na Dinastia Ming em 1384, e é o símbolo da cidade. A torre é de estrutura de tijolo e madeira e possui 40 metros de altura. 

The Pagoda of Flowers:



Caracterizada pela tradicional arquitetura chinesa é um antigo pagode de uso religioso.

A Grande Muralha: 


Também conhecida como Muralha da China é uma estrutura da arquitetura militar chinesa que foi construída durante a China Imperial, e sua função era exclusivamente defensiva.

A arquitetura moderna da China se caracteriza pelo intercâmbio entre a China e o Ocidente e a diversificação de estilos. As principais construções deste estilo moderno chinês são:

Centro Aquático Nacional de Pequim: 


Mais conhecido como Cubo d’Água é um centro aquático construído próximo ao Estádio Nacional de Pequim, no Olympic Green. Foi construído em 2003 para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008.

Bolsa de Valores de Xangai: 



É uma construção em estilo moderno de 1990. 

Torre Pérola Oriental: 


É uma torre de televisão localizada no distrito de Pudong ao lado do Rio Huangpu em Xangai. O desenho da construção foi inspirado em um poema da Dinastia Tang, e foi construída de 1991 a 1995. Possui 468 metros de altura, e é considerada a torre mais alta da Ásia.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Arquitetura Chinesa e seus mistérios de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2018/02/arquitetura-chinesa-e-seus-misterios.html.




Nenhum comentário:

Postar um comentário