Ucrânia, o celeiro da Europa

Edição Especial

Marisa Fonseca Diniz


A Ucrânia está localizada na Europa Oriental fazendo fronteira a leste e nordeste com a Federação Russa, a noroeste com a Bielorrússia, a oeste com a Polônia, Eslováquia e Hungria, a sudoeste com a Romênia e Moldávia e ao sul e sudeste com o Mar Negro e o Mar Azov. A Ucrânia possui aproximadamente 43 milhões de habitantes distribuídos em 603.628 km² de extensão, o idioma oficial é a língua ucraniana, e a capital do país é Kiev.


O país é considerado o celeiro da Europa, o solo é rico em húmus conhecido como chermozem  com grande teor ou concentração de CaCOj  - carbonato de caldum (CaCO3) pulverizado ideal para cultivos agrícolas de centeio, beterraba açucareira, algodão, girassol, batatas, legumes, aveia, trigo sarraceno, painço, frutas e hortaliças. Além da composição solo, outro fator que influência as boas safras do país são o clima temperado continental na maior parte do território ucraniano. O inverno é frio no interior e quente na região sul do país.


O setor de manufatura é bem desenvolvido no país principalmente o setor equipamentos aeronáuticos, indústrias de equipamentos, e indústrias metalúrgicas produtoras de aço e ferro em grandes quantidades. A Ucrânia é rica em jazidas de manganês em Donbas, região centro industrial do país, sendo um dos principais complexos mineiro-metalúrgicos e indústria pesada da Europa. A Ucrânia também produz gás natural e possui grandes reservas de petróleo,  tendo uma economia promissora com PIB de 93,27 bilhões de dólares em 2016.


Em contrapartida, a infraestrutura do país ainda é da época da União Soviética com baixa qualidade para os padrões de excelência européia, principalmente a malha rodoviária.


O transporte ferroviário do país conecta as áreas urbanas e é o responsável pelo transporte de cargas, a malha ferroviária é de 22.473 quilômetros, sendo apenas 9.250 km de linha eletrificada. O alto consumo energético do país, ainda é o principal entreve, pois a geração de energia ainda está restrita a usinas nucleares, apenas 45% é de origem térmica e 8% hidrelétricas.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Ucrânia, o celeiro da Europa de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/09/ucrania-o-celeiro-da-europa.html.


Nenhum comentário:

Postar um comentário