Passeando com fantasmas



Marisa Fonseca Diniz

Este artigo é para você que não dispensa um bom passeio histórico, cultural, e que adora o inusitado. Há alguns lugares que dispensam qualquer tipo de comentário, principalmente por sua arquitetura invejável e histórica que vem acompanhada de histórias fantasmagóricas. Vamos conhecer alguns destes lugares e aproveitar para incluí-los nos passeios de férias.


A Escócia é um dos paises que formam a Grã-Bretanha e possui aproximadamente uma área de 78.772 km². Faz fronteira terrestre com a Inglaterra encontra-se entre o Oceano Atlântico a oeste, e o Mar do Norte a leste. A capital do país é Edimburgo, porém a cidade mais populosa é Glascow.



O tenebroso passado da Escócia proporciona aos visitantes passeios inesquecíveis principalmente à noite, pois há diversas histórias onde os habitantes de Edimburgo foram vítimas de assassinatos, enfermidades, execuções e  torturas. Fenômenos paranormais acontecem pelos becos, castelos e edifícios históricos deixando o ar mais sinistro.




Vamos começar o nosso passeio pela Royal Mile que nada mais é do que uma sucessão de ruas que formam a via principal de acesso ao centro histórico de Edimburgo. A Castle Esplanade é uma das ruas que compõem a Royal Mile e onde está situado o famoso Castelo de Edimburgo mais conhecido pela série de mortes cruéis ocorridas em seus calabouços, além de ser uma das moradias favoritas pelos fantasmas que vagam pela cidade. As demais ruas que compõem a Royal Mile são Castehill, Lawnmarket, High Street, Canongate and Abbey Strand.



As histórias emocionantes de assassinatos que ocorreram na Royal Mile em 1828 são de arrepiar qualquer mortal. Os irlandeses William Burke e William Hare cometeram uma série de assassinatos na região onde ficaram conhecidos como os assassinos do Porto Ocidental.




Quem estiver em busca de emoções pode conhecer a Mary King’s Close que é a cidade velha de Edimburgo. Lendas urbanas dizem que há fantasmas vitimados pela Peste Negra que foram colocadas em quarentena por lá, e após a morte seus corpos foram usados para construir as paredes da antiga cidade.



Em Edimburgo é possível se fazer um tour fantasmagórico que inclui diversos lugares com suas histórias arrepiantes, tais como: o cemitério de Greyfriars e Canongate, a prisão dos Covenanters, os ladrões de corpos, os enterrados vivos, queimas de bruxas, assassinatos, métodos de tortura e execução, canibalismo, e outras fortes emoções espirituais. 


Na cidade de Ayrshire, Escócia, o Castelo Culzean proporciona um passeio inesquecível, pois é uma construção neoclássica no topo das falésias. Contam que é um dos castelos mais assombrosos da Escócia, onde se podem encontrar até sete diferentes fantasmas vagando pelos corredores, tais como um músico que toca flauta, uma garotinha que é avistada em um dos quartos e um antigo arquiteto. 



Que tal visitar a Casa dos Rostos na Espanha? A cidade de Bélmez abriga uma história paranormal onde em 1971 começaram a aparecer diversos rostos em uma casa particular da cidade. Os rostos apareciam no piso de concreto da casa durante semanas a dona da casa tentou apagar com água sanitária as imagens, porém sem sucesso. Dizem os curiosos que mesmo depois da morte da dona da casa, infinitas imagens de rostos e imagens têm aparecido por lá em diversos cômodos da casa.



Saindo da Europa, na América  temos a Argentina que também possui suas histórias de fantasmas, onde uma mulher aparece vestida de branco passeando pelos corredores da construção. A Casa Rosada sede da presidência do país tem sua fama internacional por conta de ter sido palco de importantes manifestações políticas, e também artísticas. O nome Casa Rosada se deu pelo motivo de sua construção ter sido iniciada em 1882 e finalizada em 1898, uma época em que as tintas mais baratas eram feitas a base de sangue de vaca.



A Ponte Golden Gate na cidade de São Francisco nos Estados Unidos é o principal cartão postal da cidade, e também é considerado um lugar mal assombrado devido os constantes suicídios que acontecem por lá. Dizem que no período noturno se podem encontrar diversos vultos vagando pela ponte.



Agora se você for mora na maior cidade da América Latina, São Paulo, pode fazer um passeio baratinho, visite os fantasmas do Palácio das Indústrias. A edificação é histórica de 1924, e fica bem no centro da maior cidade da América Latina. A lenda urbana diz que várias pessoas já ouviram barulhos estranhos e viram vultos no local.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.


Licença Creative Commons
O trabalho Passeando com fantasmas de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2018/05/passeando-com-fantasmas.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário