Atravessando os Portões de Brandemburgo


Edição Especial

Marisa Fonseca Diniz


O Portão de Brandemburgo foi e ainda é o símbolo da cidade de Berlim localizada na Alemanha. Durante a Guerra Fria o Portão de Brandemburgo foi o marco divisor da República Democrática da Alemanha (socialista) e da República Federal da Alemanha (capitalista), porém com a queda do muro de Berlim em 1989 tornou-se o símbolo da paz e união.


O símbolo da cidade de Berlim foi erguido entre 1788 e 1791 conforme seu projeto original elaborado por Carl Gotthard Langhans que se inspirou na Propylaea de Acrópolis localizado em Atenas, Grécia. O Portão de Brandemburgo é uma obra feita em arenito clássico com doze colunas em estilo grego, sendo seis de cada lado e com cinco vãos centrais por onde passam cinco passagens. Sobre o arco encontra-se a quadriga, que é uma escultura que representa a Deusa grega da vitória, Irene, que está em uma biga sendo puxada por quatro cavalos, a obra é de Johann Gottfried Schadow que foi erguida no ponto mais alto do Portão em 1793. 

O Portão de Brandemburgo foi o único sobrevivente dos mais de quinze portais antigos localizados em Berlim e destruídos durante as guerras. Ele possui 26 metros de altura, 11 metros de profundidade e 65 metros de largura vistos de frente. Ao visitar o Portão de Brandemburgo, antes de atravessá-lo para o outro lado encontra-se na asa norte a Raum dês Stille – Sala do Silêncio que é um lugar ideal para fazer uma pausa curta. Os outros dois marcos estão localizados ao lado do portão, o Pariser Platz com a Akademie der Künste – Academia de Artes e a embaixada americana que foi restaurada. 


É interessante ressaltar que durante a divisão da cidade pelo muro de Berlim entre os anos de 1961 a 1989, o Portão de Brandemburgo não era acessível a nenhum cidadão, pois o muro passava atrás do portão separando-o do Parque Tiergarten, onde havia torres de vigilância dos soldados da Alemanha Oriental que bloqueavam a passagem pelo portão.

Durante a Guerra Fria, o Portão de Brandemburgo era apenas um símbolo avistado de longe, porém com a derrubada do muro de Berlim e a unificação dos dois países, o portão virou palco de diversas festas comemorativas, tais como a festa de 20 anos da queda do muro de Berlim e festa de réveillon da cidade.

Vale à pena conhecer!

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Atravessando os Portões de Brandemburgo de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em https://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/08/atravessando-os-portoes-de-brandemburgo.html.

Ora, aqui é Portugal!


Edição Especial
Marisa Fonseca Diniz


Portugal ou República de Portugal é um país localizado a sudoeste da Europa, que faz fronteira ao norte e leste com a Espanha, e a sul e oeste com o Oceano Atlântico. O país possui 92.212 km² , população superior a 10.655.118 em 2017, a capital é Lisboa, e o idioma oficial é o português.

A história de Portugal atualmente é bem diferente do enorme império que possuía nos séculos XVI a XVIII. O Império Colonial Português foi considerado o mais antigo dos impérios coloniais europeus, pois abrangeu mais de seis séculos de existência desde a conquista de Ceuta no ano de 1415 até a devolução de Macau à China encerrando assim a colonização portuguesa em 1999. As conquistas do Império Português espalharam-se ao longo de um vasto número de territórios, sendo atualmente 53 países diferentes localizados na Ásia, África e América. Os arquipélagos da Madeira e dos Açores são considerados parte do território português.

Portugal é um país de oportunidades aos jovens imigrantes de países que falam o mesmo idioma, pois segundo dados das pesquisas realizadas, se as fronteiras fossem fechadas aos novos imigrantes a população encolheria dos 10,4 milhões para 7,8 milhões de habitantes até 2060. A estimativa da população residente no país no último censo realizado em 2011 verificou que a partir do final dos anos 80 houve um decréscimo da população principalmente dos jovens tendo perdido mais de 30.000 habitantes.

O decréscimo da população portuguesa é devido a diminuição das taxas de natalidade por longos períodos, além do impacto da crise econômica que provocou a saída de vários jovens do país rumo ao estrangeiro. Mediante estes problemas, o governo português se viu obrigado a criar incentivos aos estrangeiros, principalmente aos brasileiros que quiserem se instalar no país, tais como:

Conceder o Golden Visa, visto de moradia, para quem comprar imóvel acima de 500 mil euros;

Conceder visto de permanência para quem fizer investimentos de 350 mil euros em empresas portuguesas.

Segundo dados do Serviço de estrangeiros e Fronteiras – SEF de Portugal só no ano de 2014 foram concedidos mais de 6.000 vistos a brasileiros interessados em residir no país totalizando mais de 87.000 vistos, o que representa 22,1% do total de estrangeiros que vivem no país. Atualmente, o Brasil está vivendo momentos difíceis tanto na economia como na política, onde o número de desempregados supera os 13% da população total do país, sendo o grande atrativo aos brasileiros em Portugal as ofertas de empregos nas empresas portuguesas, que buscam profissionais qualificados e que falem o português do Brasil.  

O perfil do público que busca viver legalmente em Portugal é formado por estudantes que buscam um estudo melhor e participam de programas de especialização e doutorado, além de funcionários públicos, aposentados, descendentes de portugueses e pequenos empresários que buscam qualidade de vida, e neste quesito Portugal sem dúvida nenhuma é um dos melhores locais para morar no mundo, pois o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH é típico de um país desenvolvido, e encontra-se na 19ª posição em questões de qualidade de vida tendo um dos melhores sistemas de saúde do planeta, além de ser uma das nações mais globalizadas e pacíficas no mundo.

Portugal é um país de paisagem montanhosa no interior com planaltos, planícies e serras. O território é dividido no continente pelo rio Tejo que nasce na vizinha Espanha, porém não menos importante há diversos outros rios como o Douro, o Minho, o Guadiana, o Vouga, o Sado, o Zêzere e o Mondego, estes últimos nascem na Serra da Estrela, a montanha mais alta do país com 1993 m.


Serra da Estrela também é conhecida mundialmente pela produção de queijos de leite de ovelha vulgarmente conhecido como “Queijo da Serra”, que é um queijo curado com pasta semi mole amanteigada de cor branca ou amarelada. No ano de 1996 a União Européia atribuiu ao queijo uma Denominação de Origem Protegida, mais conhecida como DOP.

Portugal também possui duas regiões autônomas, sendo o arquipélago dos Açores e a Ilha da Madeira, ambas no Oceano Atlântico. O arquipélago dos Açores é constituído por nove ilhas divididas em três grupos, a saber:


Grupo Ocidental: Corvo e Flores;

Grupo Central: Faial, Graciosa, Pico, São Jorge e Terceira;

Grupo Oriental: Santa Maria e São Miguel.

O arquipélago da Madeira está situado no interior da placa Africana no Oceano Atlântico, tendo a Ilha da Madeira a principal. A ilha é de origem vulcânica e possui 742,4 km2  de extensão. O clima é subtropical e a economia da ilha é voltada para o turismo. O arquipélago da Madeira é composto pelas seguintes ilhas:


Porto Santo;

Ilhas Desertas;

Ilhas Selvagens.

Portugal possui 1230 km de costa continental, sendo 667 km nos Açores e 250 km na Ilha da Madeira de praias com uma beleza descomunal com falésias e areais, a Ilha do Porto Santo, por exemplo, possui dunas formadas de origem orgânica com 9 km de extensão. As principais praias de Portugal são as seguintes:

Albufeira:


Cidade litorânea da região do Algarve ao sul de Portugal era uma antiga vila de pescadores cercada por prédios residenciais coloridos com calçadão à beira-mar e destino de férias de turistas do mundo todo.

Moledo – Caminha:


É uma pequena aldeia localizada ao norte do país, sendo muito conhecida pela água rica em iodo, o que é excelente as pessoas com tiróide. No verão, Moledo é muito freqüentada por turistas do mundo todo que aproveitam o local para prática de esportes como windsurf e kitsurf.

Apúlia – Esposende:


A praia de Apúlia é extensa com zonas de areal e rochas.

Osso da Baleia – Pombal:


A Praia do Osso da Baleia é larga e com um vasto areal que se estende em frente à Mata Nacional do Urso. A praia é sossegada e escondida por dunas, que separa a estrada, e excelente às pessoas que buscam qualidade ambiental.

Além das praias, Portugal é um país que possui diversos pontos turísticos para serem visitados, tais como:

Rio Douro:


O rio Douro nasce na Espanha na província de Sória junto aos picos da Serra de Urbião a 2080 metros de altitude tendo sua foz na costa atlântica na cidade do Porto. A bacia hidrográfica do Douro tem uma superfície de mais de 18.00 km2 em território português, o seu curso tem 897 km de comprimento e é considerado o terceiro rio mais extenso da península Ibérica.

Torre de Belém:


Localizada em Lisboa, a margem direita do rio Tejo é o maior símbolo arquitetônico de Portugal. Durante cinco séculos de história foi forte, alfândega, farol e prisão, erguida em uma ilha no estuário do Tejo serviu como baluarte defensivo do porto em épocas muito antigas.

Bairro Alto:


Antigo bairro do centro de Lisboa com ruas estreitas e empedradas, casas seculares, comércio tradicional, restaurantes e vida noturna.

Oceanário de Lisboa:

Construído para a Expo 98 está localizado no Parque das nações em Lisboa, o oceanário é um aquário público e uma instituição de pesquisa sobre biologia marinha e oceanografia possui uma extensa coleção de espécies, tais como mamíferos, peixes, aves e diversos outros habitantes marinhos.

Ponte Dom Luís:


Em estrutura metálica com dois tabuleiros, a Ponte Dom Luís foi construída entre os anos de 1881 e 1888 ligando a cidade do Porto e Vila Nova de Gaia separadas pelo rio Douro.

As principais cidades do país são Lisboa, Porto, Coimbra, Braga, Évora, Faro e Aveiro. Portugal é um país de arquitetura, cultura e farta gastronomia, nas suas próximas férias não se esqueça de incluir os principais pontos turísticos do país no roteiro, além dos citados acima há muitos outros interessantes.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.




Ecoturismo no Brasil


Edição Especial

Marisa Fonseca Diniz

O Brasil é um país que possui uma paisagem exuberante com muitas praias, florestas, montanhas e aventura. Não existe um só ser no Planeta Terra que não goste de contemplar a natureza e aproveitá-la da melhor maneira possível. O governo brasileiro tem investido em políticas públicas, a fim de desenvolver o turismo brasileiro dando opções diversas ao turista estrangeiro e nacional.


O ecoturismo brasileiro possibilita uma variedade de atrações aos turistas, que buscam aventura vinculada a historia e cultura nacional. A região norte do país é muito procurada por estrangeiros que buscam conhecer melhor a Floresta Amazônica, a região nordeste é outro atrativo àqueles que buscam praia, sol e esportes náuticos, a região centro-oeste brasileiro é o destino preferido daqueles que buscam o pantanal e o planalto central, onde concentra uma variedade de espécies da fauna e da flora, a região sudeste concentra o turismo histórico nacional, além das praias do Rio de Janeiro, e a região sul é ideal aos apaixonados por praia e gostam de curtir o clima frio dos pampas.

No Brasil, o ecoturismo é um segmento turístico sustentável, que possibilita a visitação aos locais sem agredir o meio ambiente. O país é repleto de belezas naturais certificadas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Dentre tantas belezas naturais podemos encontrar Olinda, Ouro Preto, Mariana, Salvador, São Luis, entre outras cidades.

Segundo, o Ministério do Meio Ambiente Brasileiro, ecoturismo ou turismo ecológico é o segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações.

O ecoturismo pode ser interpretado como as atividades turísticas baseadas na relação sustentável com a natureza, comprometidas com a preservação e educação ambiental. Os principais destinos para a prática do ecoturismo no Brasil são os seguintes:

Região Sudeste:

Angra dos Reis


Localizado no sul do Estado do Rio de Janeiro faz limite com as cidades de Parati, Rio Claro e Mangaratiba no território fluminense, Bananal e São José do Barreiro no lado paulista. Angra dos Reis possui 97 ilhas, cercada por morros e mangues e é o destino preferido aos praticantes de mergulho.


Ilha Grande é a ilha mais famosa da região, além de ser a mais procurada pelos turistas, pois suas águas cristalinas e azuladas são excelentes para quem procura passeios de barco, já as Ilhas Butinas possuem águas com pouca profundidade sendo excelente a prática de snorkeling.

Brotas


Brotas é considerada a cidade da aventura localizada no interior do Estado de São Paulo. A cidade é um atrativo aos aventureiros de esportes radicais com diversas pousadas, rios, cachoeiras e uma ótima infraestrutura turística.

Capitólio


Capitólio é um pequeno município conhecido como a Cidade Rainha dos Lagos, que faz parte da região entre a serra e a represa de Furnas. Capitólio reúne vários atrativos naturais com inúmeras cachoeiras, piscinas naturais, grutas, cânions, trilhas ecológicas, além de atrativos históricos e culturais.
Outras cidades interessantes a serem visitadas são: Atibaia, Campos do Jordão, Carrancas, Ilhabela, Ilha do Cardoso, Itatiaia, Juquitiba, Paraty, Parque das Cavernas, Petrópolis, Serra da Bocaina, Serra da Canastra, Serra do Cipó, Socorro e Ubatuba.

Região Sul:

Bombinhas

Paraíso ecológico de Santa Catarina, Bombinhas possui quase 75% do seu território decretado como área de preservação permanente com seus costões, dunas, mangues, morros e praias.

Foz do Iguaçu


Foz do Iguaçu está localizada no extremo oeste do estado do Paraná, as principais atrações turísticas do município são as Cataratas do Iguaçu e a Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Serra Gaúcha


A Serra Gaúcha possui relevos variados, vegetação exuberante, rios e águas cristalinas aqueles que adoram um passeio de jipe, a cavalo, bike, além da prática de canoismo, tirolesa, rapel e escalada.
As demais cidades ideais para o ecoturismo são Ilha do Mel, Cambará do Sul, Três Coroas e Serra Catarinense.

Região Centro-Oeste:

Bonito

Bonito é um município da região Centro-Oeste situado no estado do Mato Grosso do Sul. A cidade é um pólo do ecoturismo e as principais atrações são vinculadas a natureza com muitas cachoeiras, grutas e água transparente ideal a prática de mergulho.

Pantanal


O Pantanal Mato-Grossense está localizado no sudoeste de Mato Grosso e oeste de Mato Grosso do Sul, a região possui um dos ecossistemas mais ricos e diversificados do país. Abriga uma grande variedade de animais, alguns ameaçados de extinção, que vivem em perfeito equilíbrio ecológico, além de diversos tipos de vegetações da Amazônia, do Cerrado e do Chaco Boliviano considerado pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros


A Chapada dos Veadeiros é conhecida como o Berço das Águas devido à quantidade de nascentes de águas cristalinas que há na região. O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica na região nordeste de Goiás e é considerado patrimônio natural mundial pela UNESCO. A região é cheia de piscinas naturais, cânions, trilhas, cachoeiras e uma rica biodiversidade de fauna e flora.
Outras cidades interessantes a serem visitadas são as seguintes: Chapada dos Guimarães, Serra do Roncador, Parque Nacional das Emas, Rio Araguaia, Alta Floresta, entre outras.

Região Norte:

Jalapão


Jalapão está localizado no estado do Tocantins com dunas alaranjadas no meio do Cerrado, rios e cachoeiras cristalinas sendo o destino de muitos turistas praticantes de rafting e aos amantes da natureza.

Monte Roraima


Sétimo ponto mais alto do país (2.875 metros de altitude e quinze quilômetros de comprimento), o Monte Roraima está situado na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana e é um dos fenômenos naturais mais primitivos e impressionantes do mundo. É possível observar a dimensão do poder do tempo a partir das fendas e abismos, encontrados em seu platô, que foram formados pela ação do vento e das chuvas. Mesmo estando em uma região remota da América do Sul e da dificuldade do trekking até o topo do Monte Roraima, atingir seu cume é uma recompensa maravilhosa.

Ilha de Marajó


A Ilha de Marajó está localizada no norte do Pará e é a maior ilha fluviomarinha do mundo. É banhada pelo Oceano Atlântico e pelos rios Amazonas e Tocantins. A ilha possui a maior criação de búfalos do Brasil e a paisagem da ilha é composta de praias, lagos, florestas e gramados.
Aproveite e visite também a Ilha do Bananal, o Vale do Jurá, Pouso das Garças, Floresta Amazônica, Rio Guaporé e Ilha de Maracá.

Região Nordeste:

Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é um arquipélago brasileiro no Oceano Atlântico pertencente ao estado de Pernambuco, as praias são ideais para o mergulho recreativo devido à corrente sul equatorial que empurra a água quente da África para a ilha.

Lençóis Maranhenses


O parque nacional dos Lençóis Maranhenses é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza localizada na região nordeste do estado do Maranhão. O parque foi criado com a finalidade de proteger a flora, a fauna e as belezas naturais existentes no local. Inserido no bioma costeiro marinho, o parque é um exponente dos ecossistemas de mangue, restinga e dunas, associando ventos fortes e chuvas regulares, que atraem os turistas aliados a passeios nas dunas e banhos nas lagoas.

Arquipélago de Abrolhos

Localizado no Oceano Atlântico ao sul do estado da Bahia constituído por cinco ilhas, o arquipélago é considerado área de proteção ambiental sob controle da Marinha do Brasil, e é uma excelente região aos praticantes de mergulho.

Outros locais na região nordeste excelentes para a prática do ecoturismo são os seguintes: Itacaré, Jericoacoara, Jucumã, Maragogi,Caraíva, Pipa, entre outros.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.