Curiosidades da Ásia


Marisa Fonseca Diniz

Afeganistão, Cazaquistão, Paquistão, Quirguistão, Tadjiquistão, Turcomenistão e Uzbequistão, o que estes países têm em comum?

O nome de todos os países tem o sufixo “stão” que é proveniente da língua persa ou farsi que é falada desde o século VI a.C. A raiz “stan”significa país ou lugar de, os nomes destes países são compostos pelo nome dos povos pré-iranianos que viviam nestes locais seguido do sufixo.

Afeganistão


Localizado no centro da Ásia, o Afeganistão faz fronteira com os países Turcomenistão, Uzbequistão, Tadjiquistão, China, Paquistão e Irã. O país tem localização geoestratégica importante ligando o Oriente Médio a Ásia Central e o subcontinente indiano. Décadas de guerra fizeram com que o Afeganistão se tornasse o país mais perigoso do mundo para se viver, incluindo o título de maior produtor de refugiados e requerentes de asilo. Precisa de muita coragem para viver lá. A religião predominante é o islamismo.


Cazaquistão:


O país está situado no centro-oeste da Ásia e faz fronteira ao norte com a Rússia, a leste com a China, ao sudeste com Quirguistão, ao sul com Uzbequistão e a sudoeste com o Turcomenistão, além de ser banhado pelo mar Cáspio a oeste.

O Cazaquistão está entre os dez maiores países formado por regiões desérticas, estepes e montanhas, o grande destaque desse país está sendo a abertura de economia atraindo diversos investimentos. A religião predominante é o islamismo.

Paquistão:


O Paquistão é um país que se limita com a Índia, China, Afeganistão, Irã e é banhado pelo Oceano Índico. O país é de maioria muçulmana e tem apresentado um rápido crescimento econômico, além de ser um país altamente militarizado.

Quirguistão:


Localizado na porção central do continente asiático limita-se com a China, o Cazaquistão, Uzbequistão e Tadjiquistão, sendo que a Cordilheira Tian Shan ocupa mais de 90% do território nacional. A religião predominante no país é o islamismo, apesar de lindas paisagens lembrando a Suíça, o Quirguistão apresenta elevada taxa de mortalidade infantil, e vários habitantes vivem abaixo da linha da pobreza.

Tadjiquistão:


O Tadjiquistão faz fronteira com o Afeganistão ao sul, a leste com a China, ao norte com o Quirguistão e a noroeste e oeste com o Uzbequistão. Segundo dados da ONU – Organização das Nações Unidas, o país possui IDH – Índice de Desenvolvimento Humano de 0,580. A subnutrição atinge 34% da população e mais da metade da população do país vive abaixo da linha da pobreza. Mais um país islâmico.

Turcomenistão:


O Turcomenistão está localizado no continente asiático e faz fronteiras com o Irã, Afeganistão, Uzbequistão e com o Cazaquistão, além de ser banho pelo Mar Cáspio. A religião predominante no país é o islamismo, sendo o país mais repressor, onde há vigilância constante.

O Turcomenistão é um dos países mais isolados do mundo, apesar da expansão da internet toda atividade online é monitorada, a maioria das redes sociais é bloqueada e quem desafia as regras acaba preso ou desaparece. Difícil saber quem é mais repressor a Coréia do Norte ou o Turcomenistão, um perigo para quem tem personalidade ou opinião é morte na certa, passo longe de lá.

Uzbequistão:


E para encerrar, o Uzbequistão está situado na porção central da Ásia e faz fronteira com o Cazaquistão, Turcomenistão, Afeganistão, Tadjiquistão e Quirguistão. O islamismo é a religião predominante no país, ou seja, difícil os cristãos se adaptarem em qualquer um destes países asiáticos, peixe fora d’água.

O país possui grandes reservas de petróleo e gás natural, mas em contrapartida o desemprego é um dos grandes problemas do país, o que agrava a pobreza.

Já pensou em qual desses países passará longe? Brasileiro com certeza não se adaptaria a nenhum deles, se sentir vigiado 24 horas por dia, não é para qualquer cidadão. Os que preferem altas emoções talvez queiram dar uma passadinha pelo Afeganistão e ver se lá é tão violento quanto às comunidades do Rio de Janeiro, quem sabe...


Apesar de todos os problemas nos quais temos passado, o Brasil ainda é um dos melhores lugares do mundo para se viver, não é a toa que os estrangeiros ficam maravilhados quando chegam por aqui, principalmente no que se diz respeito as paisagens, natureza e a receptividade do povo brasileiro.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário