Vivendo em Nob Hill


Marisa Fonseca Diniz

Nob Hill é um bairro da cidade de San Francisco na Califórnia centrado na intersecção da Califórnia St e a Powell Street.


Nob Hill é conhecido como o bairro dos magnatas e famosos da costa oeste dos Estados Unidos, que a partir do século XIX construíram grandes mansões no local. Ricos como Leland Stanford fundador da Universidade de Stanford e outros membros do The Big Four eram conhecidos no passado como nabobs fazendo com que o bairro ficasse conhecido por “Nob”.

Em 1906, o Grande terremoto de San Francisco espalhou destruição pela cidade, além de vários incêndios destruírem as mansões dos ricaços como Stanford, Crocker, Huntington e Hopkins. A mansão do Magnata James Flood e o Faimont Hotel foram um dos poucos imóveis que continuaram de pé devido à estrutura externa ser de pedra.


O Fairmont Hotel continua em operação até os dias atuais, e a Mansão Flood atualmente é a sede do Pacific Union Club.

Após a reconstrução da cidade, Nob Hill continuou sendo considerado um bairro estiloso, onde atualmente muitos endinheirados e jovens moram, além de uma crescente população de imigrantes chineses.  A intersecção das ruas Califórnia e Powell possui os quatro hotéis mais caros da cidade de San Francisco, que são:  Fairmont Hotelo Mark Hopkins Hotelo Stanford Court e o The Scarlet Huntington Hotel.


Em frente ao Fairmont Hotel e ao Pacific Union Club encontra-se a Grace Cathedral uma igreja episcopal considerada uma das mais belas construções da cidade de San Francisco, inspirada na Igreja de Notre Dame de Paris. Famosa por seus mosaicos idealizados por Jan Henryk De Rosen, a arquitetura em estilo neogótico. A paróquia da catedral foi fundada no século XIX, sendo finalizada a construção do prédio atual em 1964.

A luz do sol ao entrar pelos vitrais produz certa magia no local, as portas de entrada são esculpidas com passagens bíblicas e o mobiliário é em estilo medieval e contemporâneo, além de possuir várias obras de arte dos séculos XIII e XV.  A igreja possui também quatro carrilhões de sino, três órgãos gigantes e coros.


Outra atração da catedral são dois labirintos feitos no chão, um no hall da igreja baseado no famoso labirinto medieval da Catedral de Notre Dame, e o outro no pátio de fora da igreja.


 O Templo Maçônico de Nob Hill fica na transversal da catedral é um ícone da arquitetura modernista projetado por Albert Roller. A escultura do exterior do edifício foi criada por Emile Norman, é um memorial de guerra com quatro figuras de 3,5 metros de altura que representam as forças armadas, assim como as 14 figuras de mármore envolvidas em um cabo-de-guerra, que representam a luta entre o bem e o mal.


No hall de entrada está à maior obra de arte do artista americano Emile Norman, um vitral de 11,5 metros de altura por 14,5 metros de largura, o arranjo de personagens no painel descreve a história da Maçonaria na Califórnia.


Nob Hill é um bairro que possui muitos parques, onde os moradores podem relaxar, tais como o Huntington Park que possui playground e várias fontes, e o Washington & Hyde Mini Park que possui um lindo paisagismo.


O Cable Car Museum é um museu gratuito localizado em Nob Hill, que contêm exposições históricas explicativas sobre a cidade de San Francisco e o seu sistema teleférico. O museu possui diversos exemplos de teleféricos antigos, tais como o Sutter Street Railway de 1870 e o Clay Street Hill Railroad.


O museu faz parte do complexo que abriga os Cable Car famosos da cidade de San Francisco. O Cable Car é um tipo de transporte puxado por cabos, que transporta pessoas e possui velocidade constante.


A Califórnia Street é outra atração da cidade de San Francisco, sendo a rua principal, e uma das mais longas com 54 quarteirões. Ela começa na intersecção da Market St e da Spear St em frente ao Hyatt Regency Embarcadero Center e vai até o bairro de Nob Hill. A rua é muito visitada por estrangeiros principalmente pela linha Cable Car que passa por lá, as lojas, hotéis, bancos e a vista do topo da rua é de encantar qualquer pessoa.


Uma entre tantas lojas interessantes na Califórnia St é You Say Tomato (YST) fundada em 2004 por David Kidd, um britânico nativo de Stoke on Trent. Especializada em produtos britânicos, cereais, chocolates, doces, bebidas, chás, entre outras delicias que podem ser compradas na loja física ou on-line, vale a pena conhecer a loja por sua qualidade e pontualidade nas entregas. 


A vida noturna em Nob Hill possui algumas preciosidades, como por exemplo, o Top of the Mark’s bar localizado na cobertura do Intercontinental Hotel, o local é muito procurado por possuir a paisagem noturna mais bela do bairro, além de ótimos cocktails, champanhe e uma pista de dança maravilhosa.
 

Nob Hill também possui excelentes cafés que vale a pena conhecer, e um desses é o Gallery Café , um local simples, mas aconchegante, onde é possível beber um café expresso de boa qualidade ou até mesmo um vinho acompanhado de saladas, sanduíches ou panini.


Não tem como não se apaixonar por este cantinho da cidade de San Francisco, a paisagem é maravilhosa para onde quer que se olhe, por isso que quem vive em Nob Hill não quer viver em outro lugar.



Abrir a janela do apartamento de dia ou de noite e se deparar com uma vista estonteante como estas não tem preço, além de fazer com que se viva muito mais e melhor.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.



Manaus, Paris dos Trópicos


Marisa Fonseca Diniz


A cidade de Manaus é a capital do estado do Amazonas responsável por ser o principal centro econômico-financeiro e corporativo da Região Norte do Brasil. Além de ser considerada uma cidade histórica é uma cidade portuária e está localizada estrategicamente no centro da Floresta Amazônica a maior floresta tropical do mundo.
Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Manaus é a cidade mais populosa da região amazônica com mais de 2.020.031 habitantes em 2014.
Fundada em 1669 pelos portugueses como forte de São José do Rio Negro foi elevada à vila em 1832 com o nome de Manaos, em homenagem à nação indígena dos manaós. Em setembro de 1856 recebeu o nome de Manaus. 
Situa-se na confluência dos rios Negro e Solimões.

No começo do século XX, Manaus viveu a época áurea da borracha atraindo investidores estrangeiros e imigrantes de diversas partes do mundo para trabalhar na extração do látex, sendo chamada na época de Coração da Amazônia. Atualmente, a cidade é conhecida pelo ecoturismo e pelo Polo Industrial de Manaus seus principais motores econômicos.

Manaus possui um clima tropical úmido de monções, onde o índice pluviométrico é em torno de 2.300 mm anuais, sendo março o mês mais chuvoso e agosto o mais seco. A proximidade com a Linha do Equador faz com que o calor seja constante inexistindo dias de frio no inverno.
O relevo é caracterizado por planícies, baixos planaltos e terras firmes, com uma altitude média inferior a 100 metros. As planícies são constituídas por sedimentos recentes da Era Antropozóica tornando-se bastante visíveis nas proximidades dos rios. As elevações são encontradas nos limites com Roraima e Venezuela, onde encontramos as serras de Itapirapecó, Imeri, Urucuzeiro e Cupim.

Os rios que passam por Manaus são o Negro e o Solimões, que ao se encontrarem formam o grande rio Amazonas. O Rio Negro é o maior afluente da margem esquerda do rio Amazonas, o mais extenso rio de água negra do mundo e o segundo maior em volume de água — atrás somente do Amazonas.


Manaus possui uma rede ampla de teatros, casas de shows, espetáculos, instituições de ensino, museus e galerias de arte. A cultura é influenciada principalmente pelos povos nativos da região e pelos imigrantes que se estabeleceram na região em especial pelos espanhóis.
Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Manaus, Paris dos Trópicos de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/02/manaus-paris-dos-tropicos.html.

Fortaleza – “Terra da Luz”


Marisa Fonseca Diniz


Localizada no litoral Atlântico do Brasil, a cidade de Fortaleza é a capital do Estado do Ceará com 34 km de praias, e é a metrópole com maior faixa litorânea do país. Localizada a uma altitude de 21 metros, possui 314.930 km² de área com mais de 2.551.806 habitantes, além de ser a cidade com maior densidade demográfica, sendo a quinta maior cidade do Brasil.
Fortaleza tem características semelhantes às demais cidades do litoral brasileiro, clima quente com temperatura anual média de 26º C. O clima é tropical semiúmido, dezembro e janeiro são os meses mais quentes e julho é o mais frio, mas não há grandes alterações em termos de temperatura. A média pluviométrica é de 160 mm, e fevereiro e maior são período de chuvas.

A vegetação predominante é de mangue e restinga, Fortaleza possui muitos rios e lagoas. O Parque Ecológico do Cocó considerado o pulmão verde da cidade de Fortaleza com 1.155,2 hectares de área verde é um dos maiores parques urbanos da América Latina.

Fortaleza é um dos destinos mais procurados no Brasil pelos estrangeiros provenientes da Europa. Na orla marítima localizam-se os principais meios de hospedagem da cidade, além de restaurantes e atrações turísticas. As belas praias são destaque na orla de Fortaleza, tais como: Praia do Futuro, Praia de Iracema, Barra do ceará, Praia do Náutico, Praia do Mucuripe, Praia do Meireles, além das famosas barracas de praia que servem o melhor caranguejo e camarão do Brasil.Os frutos são utilizados em sucos, sorvetes, bolos e geleias.

Há outras atrações históricas a serem visitadas em Fortaleza, tais como: Farol Velho do Mucuripe, Jardim Japonês, Palácio da Abolição, Praça Portugal, Praça do Ferreira, Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção, Passeio Público, Theatro José de Alencar, entre outros.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.
Licença Creative Commons
O trabalho Fortaleza – “Terra da Luz” de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/02/fortaleza-terra-da-luz.html.

As maravilhas do cerrado brasileiro


Marisa Fonseca Diniz


O Brasil é o quinto maior país existente em extensão perdendo apenas para a Rússia, Canadá, China e Estados Unidos. O país tem 93% de seu território localizado no Hemisfério Sul e os 7% restantes no Hemisfério Norte, o que proporciona uma diversidade climática muito grande em todo o território, ou seja, encontra-se na zona intertropical do planeta, onde são identificados os seguintes tipos de climas: equatorial, tropical de altitude, tropical úmido, semi árido e subtropical.
A diversidade climática faz com que a vegetação seja a mais variada possível, sendo: Floresta Amazônica, Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado, Pantanal, Campos Sulinos, Mata Araucária e Mangue.
Um quinto do território brasileiro é coberto pelos cerrados, principalmente o planalto Central que possui uma vegetação formada de arbustos em geral secos entremeados por gramíneas. O cerrado é próprio de regiões de clima quente e úmido com chuvas de verão e seca prolongada no inverno.
A plantação do cerrado é formada por árvores de 3 a 6 metros de altura com troncos e galhos tortuosos, copas irregulares e casca grossa. As árvores mais comuns dos cerrados são a lixeira, o pau-terra, o pequi, o pau-santo, o barbatimão, o ipê e a peroba-do-campo. Entre as árvores crescem gramíneas com altura média de 30 a 50 cm, e as espécies mais encontradas são: capim-flecha, capim barba-de-bode e plantas do gênero andropogon.
Os solos do cerrado brasileiro são profundos de cor vermelha, amarelada, azonados e porosos. O cerrado brasileiro é considerado a mais rica savana do mundo em questões de biodiversidade, pois reúne uma variedade de espécies de plantas, ou seja, cerca de 4.400 e 1.500 espécies de animais.
Alguns frutos da região do cerrado são:
Tarumã-do-cerrado


Frutos adocicados em formato semelhante com a azeitona-preta, muito utilizados na fabricação de licor, vinho, doces em calda, geleias e doces.


Perinha-do-cerrado

Os frutos são utilizados em sucos, sorvetes, bolos e geleias.

Mangaba

 Conhecida também como mangaba-ovo é uma fruta muito utilizada na fabricação de sucos, sorvetes, doces e bebida vinosa.

Araticum

É um fruto muito conhecido na região do cerrado também é conhecido como pinha, ata, marolo, condessa, bruto, cabeça-de-negro, etc. É consumida ao natural, porém a polpa é utilizada na fabricação de sucos, sorvetes e doces.

Cagaita

É um fruto carnudo, suculento com sabor azedinho e nasce em árvore de tronco curto e copa frondosa. É muito consumido in natura, sucos, picolés e sorvetes.
Além da flora, o cerrado possui uma fauna muito rica, a saber:

Lobo-guará

É um animal tranquilo com pernas compridas e ágeis e alimenta-se de aves, roedores, raízes e alguns tipos de frutos. É uma espécie de hábitos solitários e preferem a noite para caçar. No Brasil é facilmente encontrado na Chapada dos Veadeiros, Serra da Canastra, Parque das Emas, Serra do Cipó, Chapada dos Guimarães, Reserva Ecológica do Roncador e Serra da Bocaína.

Tapiti

É uma espécie de coelho selvagem que habita em grande parte do território brasileiro. É um animal de hábitos noturnos e solitário. Sua alimentação consiste em casca de árvores, brotos, folhas, frutas, raízes, flores e gramíneas.

Gambá

É um marsupial de hábitos noturnos, a alimentação consiste em ovos, frutos, vermes, insetos, lagartos, anfíbios e filhotes de pássaros. São solitários e na época de acasalamento constroem ninhos de galhos e folhas secas. A média de vida é de 4 a 5 anos.

Onça-parda

Mamífero conhecido também como suçurana, leão-baio, onça vermelha e puma. É um animal solitário e de hábito noturno. Pesa de 45 a 70 quilos, mede de 1,70 a 2,10 metros de comprimento e se alimenta de pequenos mamíferos, aves e roedores de pequeno porte.
O cerrado brasileiro possui excelentes atrações entre as quais podemos destacar:

Chapada do Guimarães

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães foi criado em 1989 e está situado no Estado de Mato Grosso. Possui uma área total de 33.000 hectares e possui enormes formações rochosas, além de mirantes e cachoeiras como o Véu da Noiva.

Chapada dos Veadeiros


O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criado em 1961 e está localizado no Estado de Goiás, sendo 65.524 hectares de cerrado de altitude. Há centenas de nascentes e cursos d’água e rochas com mais de um bilhão de ano, além de paisagens deslumbrantes.

O parque também preserva áreas de antigos garimpos e foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO em 2001. É muito procurado pelos visitantes que gostam de trilhas e caminhadas ecológicas.

Pirenópolis

Cercada de morros e estando aos pés da Serra dos Pirineus, a cidade de Pirenópolis possui diversas cachoeiras e reservas naturais com vegetação do cerrado preservada.

Parque Estadual do Jalapão

O Parque Estadual do Jalapão é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza possui uma área de 158.970,95 hectares na região leste do Estado do Tocantins. A paisagem é árida, cerrado ralo com rios, cachoeiras, lagoas, dunas de areia, serras e chapadões de até 800 metros de altura.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.
Licença Creative Commons
O trabalho As maravilhas do cerrado brasileiro de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/02/as-maravilhas-do-cerrado-brasileiro.html.

Socorro, abriram o portão do hospício


Marisa Fonseca Diniz


Quanto mais o tempo passa, mais percebo o quanto as pessoas regridem. Nós escritores somos seres de fato muito sortudos, porque temos a facilidade em perceber quanto certas pessoas são ineptas.

Acredito que com o passar dos anos, alguns indivíduos invés de amadurecerem, na verdade ficam mais idiotas, o excesso de álcool e drogas no corpo tem feito com que o cérebro apodreça dentro da caixa encefálica.

Indivíduos desprovidos de sanidade mental sobrecarregam a sociedade com suas atitudes insanas e fazem com que pessoas sãs corram delas e desapareçam a fim de evitar um dia encontrá-las soltas por aí. Errar todas as pessoas erram isso é um fato, porém ser atormentado ou perseguido por alguém no qual se fez questão de largar no passado por não ter atitudes coerentes é simplesmente surpreendente.

Quando sumimos ou bloqueamos contatos com pessoas que julgamos ter algum desvio de conduta ou são psiquiatricamente perturbadas, apenas queremos mostrar que não possuímos nenhum tipo de interesse em estarmos próximos a elas. Pessoas perturbadas são parasitas tóxicas que sugam nossa paz espiritual, por isso queremos sempre elas longe da nossa vida e caminho.

É perturbador saber que muitos destes parasitas tóxicos quando não estão sob o efeito do álcool ou das drogas demostram ser pessoas normais, que sabem conversar de maneira clara e concisa, porém depois de algumas horas ou dias sob o efeito de substâncias psicotrópicas suas atitudes são totalmente insanas, ou seja, nada parece fazer sentido.

Indivíduos que fazem uso de drogas e álcool continuamente são  pessoas que buscam uma fuga para seus problemas internos ou quando não, querem se sentir aceitos por um determinado grupo de pessoas. Essas pessoas em específico precisam de ajuda de um especialista, porém raramente buscam este auxílio por acreditarem que não possuem nenhum tipo de problema ou desvio psiquiátrico.

A fuga as drogas e a bebida é o reflexo de uma infância e adolescência repleta de problemas na família que com o tempo pioram fazendo com que estes indivíduos percam o sentido do que é certo ou errado.

Experiência própria de que certos tipos de pessoas nunca devem ter outra chance de aproximação, pois por mais que queiramos ajudá-las por nos sentirmos sensibilizadas com seus problemas, no final, os maiores penalizados seremos nós mesmos. Elas nunca mudam e tendem a piorar com o tempo, não importa a idade, podem ter 30, 40, 50 ou 60 anos a tendência é o cérebro e as atitudes se deteriorarem cada vez mais passando à loucura completa, ao suicídio ou a overdose.

Se você deixou alguma pessoa no passado por não acreditar na sua recuperação ou por acreditar que fosse um perfeito sugador de energias, sua atitude foi corretíssima, agora se do nada a pessoa veio atrás de você com histórias sem o menor sentido ou se mostrou em depressão, o meu conselho é um só desapareça, se faça de morto, porque esse tipo de pessoa não muda, ou seja,  piora.

Caso tenha interesses em saber um pouco mais sobre o assunto acesse esse link, e poderá ler alguns artigos comportamentais sobre indivíduos que fazem uso constante de substâncias alucinógenas, além de entender melhor os efeitos no organismo e no cérebro.

A felicidade nunca esteve relacionada ao uso contínuo de substâncias psicotrópicas, que criam a ilusão de que todos os problemas sejam passageiros, e logo se dissipam quando estão eufóricos. Quem pensa assim tende a afastar as pessoas certas da sua vida.

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Socorro, abriram o portão do hospício de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/02/socorro-abriram-o-portao-do-hospicio.html.

Salvador, a capital da alegria


Marisa Fonseca Diniz


Salvador é a terceira cidade mais populosa do Brasil, capital do Estado da Bahia localizada na região nordeste do país. Fundada em 29 de março de 1549 como São Salvador da Bahia de Todos os Santos foi a primeira capital do Brasil Colônia.

Salvador possui região metropolitana mais rica da região nordeste em PIB nominal, além de possuir mais de
2,8 milhões de habitantes. É o município mais populoso da região Nordeste, além de ser a terceira cidade mais populosa do Brasil.

O Centro Histórico de Salvador iconizado pelo bairro do Pelourinho é conhecido pela arquitetura colonial  portuguesa que data dos séculos XVII ao XIX tendo sido declarado Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – UNESCO em 1985, além de possuir aspectos culturais de grande influência africana.


A capital baiana fica localizada na região hidrográfica do Atlântico Leste, e a água que abastece a capital vem da Barragem da Pedra do Cavalo, no Rio Paraguaçu e dos rios Joanes e Ipitanga localizados na região metropolitana de Salvador. O relevo de Salvador é acidentado e cortado por vales profundos, além de ser cortado por planícies e estar a oito metros acima do nível do mar.

Salvador possui praias paradisíacas conhecidas no mundo todo, tais como: Itapuã, Porto da Barra e Praia dos Artistas  onde a temperatura da água é agradável. O clima é de floresta tropical sem estação seca com precipitação média de 2.144 mm anuais.
Os pontos turísticos de Salvador são:


Mercado Modelo: é um local onde se encontra desde lembrancinhas, rendas, berimbaus e qualquer outro tipo de artesanato da região;


Farol de Itapuã: é uma torre troncónica em ferro fundido com 21 metros de altura com assente em barra de concreto ligada à praia por uma ponte também de concreto. O farol é pintado com barras horizontais pintadas de branco e vermelho;




Elevador Lacerda: é o primeiro elevador urbano do mundo, inaugurado em 8 de dezembro de 1873, com cerca de 63 metros de altura que separa a cidade alta da baixa de Salvador, onde do alto de suas torres é possível avistar a Baía de Todos os Santos, o Mercado Modelo e o Forte de São Marcelo;


Forte de São Marcelo: também conhecido como Forte do Mar foi erguido sobre um pequeno banco de arrecifes a cerca de 300 metros da costa fronteiro ao centro histórico da cidade;


Farol da Barra: ou Farol de Santo Antonio localiza-se na antiga ponta do Padrão, possui 22 metros de altura, e é pintada em barras nas cores preto e branco acoplado ao Museu Náutico;


Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.

Licença Creative Commons
O trabalho Salvador, a capital da alegria de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2017/02/salvador-capital-da-alegria.html.