Como anda sua lista negra?


Marisa Fonseca Diniz

Dizem que tomar café demais faz mal, que o sono vai embora, mas para os apaixonados por esta bebida maravilhosa não há como deixar de tomar uma dose em qualquer horário. E aqui vai mais um artigo para meditar acompanhado de um bom café seja quente ou frio, divirtam-se!




Outro dia navegando pela internet li um artigo inusitado, que falava sobre uma tal de “lista negra” dos relacionamentos, estranho não, se tratava de um site estrangeiro que divulgava uma lista para lá de inusitada ou seria equivocada com os nomes de todos os homens cafajestes daquele país onde estava hospedado o site. Para falar a verdade tenho lá minhas dúvidas se o tal site ainda continua na ativa, e se tem espaço suficiente para tantos nomes.

Aproveitando minha inspiração para ler artigos frívolos passei os olhos em outro artigo que discutia se os sites de relacionamentos funcionavam ou não, na minha humilde opinião não funciona, mas com certeza muitas pessoas irão contestar esta minha alegação e dirão que encontraram suas caras metades nos tais sites. Sempre que converso com alguém que diz ter encontrado uma namorada por lá, depois de um tempo dizem que não eram nada daquilo que descreviam em seus perfis, ora, a internet é uma ótima ferramenta de comunicação entre os povos, mas temos que convir, o que se mente não é brincadeira.

Todo mundo que tem um pouco de bom senso há de perceber que raramente alguém irá publicar uma foto atual, e quando publica está cheia de truques de photoshop, todo este trabalho apenas para atiçar os interessados.  Lançado a isca o resto fica tudo mais fácil, porque atrás de uma tela de computador ou smartphone todo mundo é lindo e maravilhoso e detalhes sórdidos de comportamento são quase imperceptíveis.

Particularmente acho que sites de relacionamentos só favorecem os donos da ideia, além de servirem para duas coisas, uma é fazer networking e mesmo assim peneirando muito, e outra é vender mercadoria fácil como se fosse um supermercado do sexo. O interessado pode escolher livremente o tipo de produto que quer levar, e olha que tem gente que fica lá com a mesma proposta, meses e anos a fio, e nunca arranja nada que presta. Quem procura sexo fácil e de graça pode escolher a vontade, porque é o que mais há nestes sites, gente casada procurando aventuras, pessoas mal resolvidas psicologicamente, gente procurando diversão, gente quebrada financeiramente, gente que quer dá o golpe do baú, da barriga e de tudo quanto se imagina.

Não digo que as pessoas não devem se cadastrar nestes tais sites, mas se estiverem procurando relacionamento sério ou alguém responsável para casar o melhor é pedir a indicação de algum amigo, porque com certeza será muito mais proveitoso do que procurar no mercado, digo nos sites. Mas, se a preocupação não for nada séria, e gostar de passar algum tempo se divertindo ou analisando os seres perdidos que se encontram por lá, aconselho fazer diversos cadastros nos mais variados sites de relacionamento, coloque as fotos mais chamativas, se descreva como sendo o Dom Juan ou a Alice do País das Maravilhas e vá a caça, apenas fique atento para as gracinhas nada engraçadas das cantadas virtuais, que em geral são piores que as de pedreiro.

Os assuntos são os mais variados possíveis, agora se a conversa sair do site e for para as redes sociais ou aos chats se prepare para ficar na espera, porque tanto homens como mulheres que ficam a caça de qualquer coisa que acreditam ser lucrativo nos sites têm diversos contatos inúteis para passarem horas a fio conversando, sabe-se lá o que, porque quem trabalha em geral não tem tempo nem para almoçar, imagina ficar batendo papo furado nos chats?

O que acho interessante mesmo nisso tudo é que tem tanta gente reclamando abertamente nas redes sociais que homem nenhum presta, mas e as mulheres? Para ficar em um site inútil procurando aventuras amorosas e depois dizer que os homens são todos cafajestes é um tanto sem noção, porque é óbvio, não defendendo, mas usando o cérebro de maneira inteligente, todo homem que está cadastrado em um site de relacionamento e vê um monte de presas se oferecendo a torto e direito não tem como ser santo o tempo todo. Porque ali nenhum dos lados procura na verdade algo sério ou qualidade nos relacionamentos, e sim quantidade, porque tudo que é muito fácil é um perigo.

Depois, ficam fazendo lista negra de relacionamentos, e dizem que buscam uma pessoa certinha, tudo isso é muito hilário, quer algo sério? Saia do mundo virtual e venha para o real que é muito mais saudável, e por favor não encham as redes sociais com indiretas...

Artigo protegido pela Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. É PROIBIDO copiar, imprimir ou armazenar de qualquer modo o artigo aqui exposto, pois está registrado.


Licença Creative Commons
O trabalho Como anda sua lista negra? de Marisa Fonseca Diniz está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível emhttp://cafesonhosepensamentos.blogspot.com/2016/02/como-anda-sua-lista-negra.html.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário