A cafeína é um excelente aliado das dietas


Marisa Fonseca Diniz



O composto químico de fórmula C8H10N4O2 é um acalóide do grupo das xantinhas e quimicamente designado como 1,3,7-trimetilxantina, resumindo conhecido como cafeína.




A cafeína é encontrada em certas plantas e usada na forma de infusão para o consumo de bebidas. É um excelente estimulante a ser usado na mobilização da gordura como fonte de energia. As pessoas que praticam esportes com o intuito de perder gordura tem na cafeína um aliado importante neste objetivo.

O composto químico não tem função apenas de transformar gordura em energia, também combate à fadiga e estimula o sistema nervoso central. Atua ainda no metabolismo basal e aumenta a produção do suco gástrico. Doses terapêuticas da cafeína estimulam o coração que aumenta a capacidade de trabalho dilatando os vasos periféricos.



A equipe de estudos da Universidade Johns Hopkins em Baltimore, Maryland descobriu que a cafeína estimula a memória até 24 horas depois do seu consumo. Uma xícara de café contém 100 mg de cafeína suficiente para ser um poderoso antídoto contra a depressão respiratória.

A cafeína aumenta a força, energia, o foco e a concentração. A cafeína inibe o apetite acelera a perda de peso, e é benéfico às pessoas que praticam esportes de competição, porque torna os exercícios mais eficazes e proporciona aos músculos mais energia para suportar a carga.



As pessoas portadoras de arritmia cardíaca devem evitar a cafeína, pois pode provocar efeitos negativos como irritabilidade, dor de cabeça, insônia e excitar o sistema nervoso central proporcionando reflexos medulares que podem levar a morte. Estudos científicos alegam que uma dose de 10 g de cafeína já é o suficiente para ser letal, portanto o ideal é usar com moderação a cafeína.




Nenhum comentário:

Postar um comentário